Arquivo para dezembro, 2013

Vazio no peito? O amor é o segredo.

Posted in Uncategorized on dezembro 30, 2013 by gilknup

Image

Devolva o meu coração
ou então me dê o seu
roubou-me e levou embora
e nunca mais o devolveu

E o seu coração
como está?
precisando de carinho?
Se sentido sozinho?
Quero tê-lo comigo…

….Já sabes que o meu, está contigo….

Já que roubaste o meu
irei sequestrar o teu
pedirei beijos como recompensa
uma noite inteira na sua presença…

Eu sei que te faço sorrir
Que gostas de mim
Porque não ficaRmos juntos ???

…te quero a cada segundo.

(Gilcélio)

Se perder também é o caminho

Posted in Uncategorized on dezembro 30, 2013 by gilknup

tumblr_logo9lROtK1qcm5ejo1_500_large

Acho bonito o que é estranho e esquisito
Se perder também é o caminho…

Caindo neste abismo
cheio de complicações
várias insatisfações
de corpo e alma
sinto todas as emoções

Eu quero o infinito
semear o simplismo
desarticular o confoRmismo
Ir além de tudo isso.

(Gilcélio)

Então queres ser um escritor?

Posted in Uncategorized on dezembro 28, 2013 by gilknup

nwjones_drunk-poet

se não sai de ti a explodir
apesar de tudo,
não o faças.
a menos que saia sem perguntar do teu
coração, da tua cabeça, da tua boca
das tuas entranhas,
não o faças.
se tens que estar horas sentado
a olhar para um ecrã de computador
ou curvado sobre a tua
máquina de escrever
procurando as palavras,
não o faças.
se o fazes por dinheiro ou
fama,
não o faças.
se o fazes para teres
mulheres na tua cama,
não o faças.
se tens que te sentar e
reescrever uma e outra vez,
não o faças.
se dá trabalho só pensar em fazê-lo,
não o faças.
se tentas escrever como outros escreveram,
não o faças.

se tens que esperar para que saia de ti
a gritar,
então espera pacientemente.
se nunca sair de ti a gritar,
faz outra coisa.

se tens que o ler primeiro à tua mulher
ou namorada ou namorado
ou pais ou a quem quer que seja,
não estás preparado.

não sejas como muitos escritores,
não sejas como milhares de
pessoas que se consideram escritores,
não sejas chato nem aborrecido e
pedante, não te consumas com auto-
— devoção.
as bibliotecas de todo o mundo têm
bocejado até
adormecer
com os da tua espécie.
não sejas mais um.
não o faças.
a menos que saia da
tua alma como um míssil,
a menos que o estar parado
te leve à loucura ou
ao suicídio ou homicídio,
não o faças.
a menos que o sol dentro de ti
te queime as tripas,
não o faças.

quando chegar mesmo a altura,
e se foste escolhido,
vai acontecer
por si só e continuará a acontecer
até que tu morras ou morra em ti.

não há outra alternativa.

e nunca houve.

(Charles Bukowski)

Sentindo o infinito

Posted in Uncategorized on dezembro 21, 2013 by gilknup

5386063005_34a9163001_o

Se ainda dói
é porquE estás vivendo
Se aindas gritas
é por ter algo a dizer
Se aindas choras
suas sensações ainda afloram

Subverter contra as estruturas
correr nú pelas ruas
contradizer o estabelecido
negar tudo isso

madrugada a dentro
me sinto sedento
por álcool, desejo, sentimentos….

Não consigo chegar a uma conclusão
alguém disse que poema bonito
tem que ter um final fudido
qual é a razão de tudo isso ??

é dizer o que sinto.

(Gilcélio)

Amar e odiar

Posted in Uncategorized on dezembro 19, 2013 by gilknup

1463972_691956870824243_1081884798_n

Odiar é mais fácil que amar
Amar é bom, mas é complicado
Para se sentir bem com isso
é necessário ter a pessoa do seu lado

Odiar é clichê é só mandar se fuder
não olhar mais pra cara do bicho
e torcer que alguma merda com ele venha acontecer

Amar é foda !!!
se não é correspondido
sua vida vira uma bosta
seu coração se despedaça
mas a poesia sempre aflora

Odiar não rola
é perca de tempo
não é um bom sentimento
mas nos da força em determinados momentos

Amar é euforia
ter vontade de sorrir
ficar junto
esquecer-se do mundo

Amar e odiar
sensações que nos da vontade de gritar
o ódio direcionado contra o estado e o capital….
o amor por aqueles que fazem parte da sua vida…
são sentimentos necessários para liberdade, igualdade e justiça.
(Gilcélio)

Street-Art-By-Dolk_09_thumb

Intenso dezembro

Posted in Uncategorized on dezembro 17, 2013 by gilknup

1441190_404162509713355_1182851681_n.jpg

Só quero que o tempo passe
Não olhar para trás

Se livrar das chatisses que me oprime
e sentir a liberdade que em mim existe

Vou me soltar
deixar rolar
não se incomodar
se importar??? Deixa pra lá….

Doce dezembro
chuva e mormaço
calor e euforia
comida e bebida

Vai se fuder
trabalho
faculdade
e merdas cotidianas do dia a dia

(Gilcélio)

O fim é apenas um novo começo

Posted in Uncategorized on dezembro 17, 2013 by gilknup

548999_209321279231668_1339885177_n

Quando se sente que tudo está desmoronando ao seu redor
Que tudo esta prestes a acabar
Que todos vão morrer pela sustentação de seu ego superior
………..Por um Status quo………..

A poeira sempre abaixa

Surge então uma luz
coisas que nos seduz
Surge certezas
Que não estamos nisso por brincadeira
Surge novas esperanças
De que aquilo que foi embora
Não mantém suas ideias vivas como chamas

Reciclar a vida é o que há
não tenha medo de gritar
de demonstrar que a sua liberdade
só você pode conquistar

Não existe ninguém nesse mundo
Que possa te dizer o que fazer
muito menos o que você deve ou não ser
Mas existe aqueles que sempre estarão com você
Que se importam com o seu SER e não com o teu TER

Se o respeito não for mútuo e a ideia for imposta
Mande pro Inferno esse ser humano de bosta !!!

(Gilcelio)